aulas-indiviuais

7 treinos para suas aulas individuais no tênis

Sente que suas aulas individuais não estão rendendo como deveriam? Confira alguns exercícios que podem lhe ajudar!

As aulas individuais são fundamentais para o desenvolvimento do tenista, porém, quando não são bem planejadas, podem se tornar repetitivas e não estimular o aluno da forma que deveria.

Para tentar ajudar a diversificar e tornar suas aulas individuais mais interessantes e produtivas, vamos passar alguns treinos que trabalham diversos aspectos do tênis. Alguns dos principais são:

  1. Controle e direcionamento nos golpes de fundo
  2. Agressividade na paralela e no approach
  3. Condicionamento físico
  4. Movimentação adequada
  5. Visão periférica
  6. Devolução de saque

Veja também 5 drills que podem ser utilizados em seus treinos

Retorno ao professor (Intermediário – Avançado)

Professor: Escolhe um dos cantos da quadra, ou o centro, para iniciar o bate bola. O professor deve rebater as bolas na direção e sequência que bem entender, alternando entre paralelas e cruzadas. Ao longo do treino, e mesmo durante trocas de bolas mais longas, ele deve alternar seu posicionamento em quadra, se movendo aos poucos de um canto para o centro ou para o outro canto.

aulas individuais

Jogador: Deve se mover de acordo com a direção das bolas rebatidas pelo professor. O jogador também deve ter a preocupação de devolver as bolas sempre em direção ao professor, independente de onde esteja na quadra.

Por exigir bastante esforço físico e controle técnico, este é um treino voltado para jogadores de níveis intermediário e avançado. Também pode ser realizado com um parceiro de tênis, não necessariamente em aulas individuais com o professor. Ele trabalha diversos pontos importantes para um jogo de tênis, como por exemplo:

  1. Condicionamento físico
  2. Movimentação correta, principalmente nas corridas laterais
  3. Controle
  4. Direcionamento dos golpes

Três-Cinco-Três (Intermediário – Avançado)

Professor: Fica na rede voleando. Ao longo do exercício, deve se mover pela quadra nas posições indicadas na foto abaixo, com as numerações de 1 a 5. Entretanto, não pode se mover durante um ponto. Seus voleios podem ser rebatidos para qualquer direção. Após o jogador rebater três bolas consecutivas em sua direção, sem errar, o professor deve se mover para a próxima localização na quadra.

aulas individuais

Jogador: Como mencionado acima, cada posição marcada é como se fosse uma fase  (ou ponto), seu objetivo é rebater ao menos três bolas consecutivas, sem errar, em direção ao professor. Caso erre ou o professor precise se mover para volear, a contagem desta posição recomeça. O exercício termina quando o jogador consegue devolver quinze bolas, três em cada uma das cinco posições, cometendo no máximo três erros. Caso o jogador cometa mais que três erros ao longo do exercício, deve-se recomeçar do ponto 1.

Este é um treino em que se pode alterar as variáveis de acordo com o que for mais conveniente. O ideal é adaptá-lo de acordo com o nível do jogador. Algumas destas variações são:

  1. O número de erros permitido
  2. O número de bolas certas necessárias para alterar a posição
  3. Fazer o jogador a bater apenas forehand ou apenas backhand
  4. Alterar os locais em que o professor fica na quadra e a ordenação das movimentações

Gerencie torneios e rankings com as melhores ferramentas 🙂

Consistência na cruzada e finalização na paralela (Intermediário – Avançado)

Professor: Começa pelo lado direto, lançando e rebatendo as bolas em diagonal, no forehand do jogador. Este é um treino de fases, no qual deve ter um objetivo final definido pelo professor, passar de cinco ou dez fases, por exemplo. Explicaremos melhor as fases na parte do jogador. Assim que atingido o objetivo, o professor e organizador trocam de lado, repetindo o exercício, porém, desta vez no backhand.

cruzada-e-paralela

Jogador: Na primeira fase, o jogador deve rebater a primeira bola na cruzada, em direção ao professor e, em seguida, realizar um winner na paralela. O treino evolui à medida que o jogador vai acertando as bolas. Após acertar essas duas primeiras, passa de fase, tendo que acertar duas cruzadas e uma paralela. Na sequência, deve rebater três cruzadas e uma paralela, e por aí vai. Se o jogador errar na terceira cruzada, quando ele tem que bater quatro antes de realizar a paralela, deve começar novamente com outra bola na primeira cruzada, tendo ainda que acertar quatro consecutivas para realizar a paralela.

Este treino ajuda muito a trabalhar a consistência nas cruzadas e a agressividade nas paralelas, uma estratégia de jogo bastante interessante!

Siga o professor (Intermediário – Avançado)

Professor: Fica na rede, voleando sempre em direção ao jogador e se movendo para ambos os lados, como bem entender.

aulas individuais

Jogador: Do fundo de quadra, deve rebater as bolas sempre na direção em que o professor estiver se movendo.

Uma forma de tornar este treino mais interessante é definir um objetivo, como rebater dez bolas sem errar, por exemplo. Marque o tempo ou conte o número de bolas que você precisou para conseguir isso. Refaça o exercício tentando atingir o objetivo em menos tempo ou em menos tentativas.

Este treino tem como principais objetivos trabalhar:

  1. Controle
  2. Direcionamento dos golpes
  3. Visão periférica, uma vez que o jogador deve perceber a movimentação do professor enquanto foca nas batidas.

Rápidos 100 (Iniciantes – Intermediário – Avançado)

Professor: Fica no fundo da quadra, rebatendo as bolas em direção ao jogador. Este treino é um bate bola que conta pontos, conforme explicaremos melhor na parte do jogador.

aulas individuais

Jogador: Também do fundo de quadra e rebatendo as bolas em direção ao professor, o jogador tem como objetivo trocar 100 bolas com o professor. Estas bolas não precisam ser consecutivas, ao invés de recomeçar do zero quando erra, a contagem simplesmente se mantém a mesma e o bate bola continua. O jogador deve contar em voz alta o placar a cada batida.

Este é um excelente treino para trabalhar a parte de controle nas aulas individuais. Além do bate bola no meio da quadra, deve-se alternar batendo bolas nas cruzadas, do lado direito e posteriormente do lado esquerdo. Uma dica para medir o desempenho e a evolução é marcar o tempo em que as 100 bolas são trocadas. Tente reduzir o tempo à cada treino.

Drill Triangular (Iniciantes – Intermediário – Avançado)

Professor: Este treino é baseado em séries contínuas de três bolas. A cada série, o professor deve lançar as bolas nos pontos indicados na foto abaixo.

drill triangular

Jogador: Começa a série batendo a primeira bola do fundo, no ponto um. Em seguida realiza um approach no meio da quadra, ponto dois. Por fim, se movendo para trás, sempre de frente para o professor, bate a terceira bola do fundo, ponto três.

Este exercício trabalha bastante a movimentação e os golpes na corrida. É possível realizar algumas variações, tais como:

  1. Inverter a ordem
  2. Jogador deve bater todas as bolas com seu forehand
  3. Jogador deve bater todas as bolas com seu backhand

Note que estas duas últimas variações tornam o treino mais complexo, devem ser feitas apenas com jogadores mais experientes.

Devolução do campeão (Intermediário – Avançado)

Professor: Saca de dentro da quadra, na posição que lhe for mais conveniente. Ele deve simular tanto o primeiro quanto o segundo saque, além de variar os efeitos entre chapado, spin e slice. A velocidade dos saques vai variar de acordo com o nível do jogador.

Confira nosso guia para melhorar o saque!

aulas individuais

Jogador: Fica no fundo devolvendo os saques.

Confira nosso post com 7 dicas para melhorar sua devolução de saque!

Entrando na quadra para sacar, o professor reduz o tempo de resposta do jogador, forçando-o a treinar seus reflexos e rápidas reações. Note que este treino deve ser realizado em ambos os lados da quadra.

Achou os treinos para aulas individuais interessantes? Cadastre seu e-mail no formulário abaixo para receber artigos como este semanalmente!

7 treinos para suas aulas individuais no tênis
5 (100%)

Compartilhe este post:

6 thoughts to “7 treinos para suas aulas individuais no tênis”

  1. TIPOS DE EMPUHADURA
    A empunhadura é um dos fatores mais importantes no jogo de um tenista,,, tipos de empunhaduras , não consigo abrir . Seria possivel enviar no meu e-mail?

Comentários