empunhadura-tenis

Conheça os tipos de empunhadura no tênis

A empunhadura é um dos fatores mais importantes no jogo de um tenista, tendo grande relevância na definição de seu estilo de jogo.

Nem sempre os tenistas têm a preocupação de entender melhor quais são os tipos empunhadura comumente utilizados e qual é realmente o ideal para o seu jogo.

Alguns jogadores, principalmente no início, ou quando não têm uma boa orientação (veja a importância de um professor de tênis), tendem a simplesmente colocar a bola em quadra da maneira mais fácil que encontram. A médio e longo prazo, entretanto, isso compromete e limita o desenvolvimento do jogador.

A seguir, vamos passar pelas principais empunhaduras, a continental, a eastern, a semi-western e a western. Demonstraremos suas posições e alguns exemplos em que são mais utilizadas.

Não deixe de consultar o dicionário de tênis em caso de dúvidas sobre os termos utilizados.

Posições da empunhadura

Para identificarmos as posições, vamos usar números como referência de cada uma das laterais do cabo da raquete. Considere que o ponto 1 está alinhado com a lateral do aro da raquete:

empunhadura

Vamos, também, utilizar duas letras como referência da palma da mão:

empunhadura-mao

Empunhadura continental

Essa é a empunhadura mais neutra, onde o jogador segura a raquete reta. Os pontos A e B da mão devem estar no ponto dois do cabo da raquete.

empunhadura-continental

Em relação ao forehand, a empunhadura continental era a mais utilizada até a década de 60. É uma empunhadura que gera bastante potência, porém não muito top spin. Com o passar dos anos, a evolução dos materiais e a adaptação dos estilos de jogos, outras empunhaduras passaram a ser mais utilizadas.

Para todos os outros golpes, saque, backhand, slice, voleio, lob, deixadinha e smash, ela ainda é a mais utilizada.

Confira 5 dicas para aplicar em seu smash

No caso do saque, ela é ideal para qualquer tipo, seja o chapado, o spin ou o slice.

Guia para melhorar o saque

Empunhadura eastern

Excelente para forehands potentes, chapados ou com pouco topspin. Os pontos A e B da mão devem estar no ponto três no cabo da raquete.

empunhadura-eastern

Confira o post sobre Federer, o maior tenista da história

Uma dica para ter certeza de que encaixou corretamente esta empunhadura é colocar a palma da mão sob as cordas e descer reto até o cabo fechando a empunhadura.

É uma das empunhaduras mais fáceis de ser utilizada e, geralmente, a primeira que o tenista aprende quando começa a jogar. Ela facilita também transição para a continental, visando bater um backhand, um slice ou um voleio, por exemplo.

Empunhadura semi-Western

Provavelmente é a mais utilizada nos torneios profissionais hoje em dia, principalmente entre tenistas que gostam de trocar bolas de fundo de quadra. Os pontos A e B da mão devem estar no ponto quatro no cabo da raquete.

empunhadura-semi-western

Esta empunhadura gera golpes com bastante potência e topspin, além de possibilitar um excelente controle, quando utilizada corretamente.

Empunhadura western

A Western é utilizada apenas por alguns jogadores, em sua maioria tenistas especialistas em saibro, que gostam de utilizar muito topspin no forehand. Os pontos A e B da mão devem estar no ponto cinco no cabo da raquete.

empunhadura-western

Apesar de gerar muito topspin, esta empunhadura reduz bastante a potência. Outro ponto negativo é que ela dificulta a transição para a pega continental.

Esses são então os tipos mais comuns de empunhadura no tênis. A continental e eastern para um forehand mais chapado e potente, enquanto pode-se utilizar da semi-western e western para um forehand com mais topspin.

Agora que estão definidas as empunhaduras, que tal conferir alguns exercícios para praticar?
5 drills essenciais para suas aulas de tênis

7 tipos treinos para aulas individuais

10 exercícios para um treino de tênis com dois jogadores

Conheça os tipos de empunhadura no tênis
5 (100%)

Compartilhe este post:

One thought to “Conheça os tipos de empunhadura no tênis”

Comentários