gestão de academias

9 Dicas fundamentais para gestão de academias de tênis

Conheça algumas das boas práticas para a gestão de academias de tênis e demais esportes de raquete

Muitas academias de tênis surgem, em sua maioria, da paixão pela prática do esporte por parte de algum jogador, ou jogadores, ou de professores de tênis interessados em ter seu próprio negócio, ou de ambos, quando se decidem por uma parceria. Apesar de contarem com bom conhecimento técnico, teórico e prático, para muitos deles faltam informações sobre a gestão de academias.

A seguir damos algumas dicas para ajudar na gestão de academias de tênis.

1. Gestão de academias – Defina seu público alvo

Tenha bem claro quem é seu público alvo. Definir qual será o perfil do público a ser atendido é uma boa estratégia para se diferenciar de seus concorrentes. Seu público pode ser definido por idade (crianças e adultos) e/ou por nível (iniciantes, intermediário, tênis competitivo, ou outro).

Uma dica à parte: a população está, mais que nunca, consciente dos benefícios de uma atividade física para manter sua saúde física e emocional. E mais, devido a essa consciência, as pessoas estão vivendo mais, com mais qualidade e com mais necessidades e exigências. Estes fatores combinados fazem do pessoal da terceira idade, ou quarta, um público fácil de ser atraído. Eles têm poucas oportunidades de encontrar parceiros do mesmo nível, precisam se relacionar com outros da mesma idade e interesses.

2. Gestão de academias –  Tenha claro o que vai oferecer

O que você vai oferecer depende de inúmeros fatores: localização da academia, número de quadras disponíveis, tipo de piso, público alvo, concorrência, dentre outros.  Pode começar apenas com tipo de serviço, por exemplo, aulas para crianças, e ir ampliando o leque de possibilidades.

3. Gestão de academias – Disponibilize horários flexíveis

O funcionamento de uma academia de tênis deve disponibilizar horários ampliados ao máximo para atender o máximo de clientes possível. Há aqueles que preferem o turno da manhã, aqueles que preferem a parte da tarde ou da noite. Há também os que preferem os finais de semana. Naturalmente, a ampliação de horários vai exigir mais gastos com energia, por exemplo, já que a iluminação de quadras é dispendiosa.

4. Gestão de academias – Tenha uma equipe capacitada

Esta é uma das fases mais difíceis da gestão de academias. Na hora de contratar um profissional, sua qualificação é um fator fundamentalConsidere os profissionais para cada tipo de atividade a ser oferecida e a que público alvo.

Se houver aulas para crianças, por exemplo, assegure-se de que exista, em sua equipe, um profissional que seja mais que um professor de tênis. É ele quem vai incutir nos futuros jogadores as noções de ética, respeito, disciplina. Ele precisa ser um educador.

Confira nosso texto sobre o professor de tênis, o personagem mais importante do esporte

Se houver aulas de tênis para adultos, as necessidades já serão outras. Seus professores são bons jogadores de tênis? Estão aptos a se inscreverem para participar de torneios de forma a contribuir com o marketing da sua academia? Eles são os responsáveis por passar valores da sua academia, daí é fundamental o cuidado para que não sirvam de mau exemplo em quadra e até mesmo fora dela.

Nem sempre aquele profissional com um bom currículo na hora da contratação, vem com a total qualidade requerida. É necessário que haja um programa de desenvolvimento profissional para toda a equipe, inclusive para você, através de treinamentos e conversas voltadas para o alinhamento de cultura da academia. Todos devem estar cientes dos objetivos e da maneira que a academia pretende alcançá-los.  Da equipe técnica à equipe de suporte e limpeza, todos devem ser treinados para assegurar o melhor atendimento junto ao cliente.

O uso de uniforme facilita aos clientes o reconhecimento dos empregados da academia, melhor ainda se tiver seus nomes nelas. O contato amigável entre os dois grupos ajuda a criar um ambiente mais confortável e gostoso de se frequentar.

5. Gestão de academias – Monte uma infraestrutura adequada

Não basta ter quadras com piso e redes adequadas, isto é o mínimo.  O cliente de uma academia de tênis procura mais. Em geral ele tem um poder aquisitivo mais alto e, com isso, maiores exigências. Quer ter uma cantina, ou similar, banheiros bem montados e sempre limpos, espaço de convivência com mesinhas e cadeiras. Se a academia pretende organizar torneios de tênis, há que providenciar algum conforto para a assistência, como arquibancadas ou cadeiras, chaves e horários de jogos disponíveis, computador e telefones para comunicação com os clientes.

6. Gestão de academias – Divulgue sua academia

O marketing é mais complexo do que uma simples divulgação em um folheto. Ao programar as atividades de marketing da sua academia devem ser pensados e destacados todos os aspectos: logo, nome, localização, diferenciais. Tudo isso deve ser contabilizado em seu investimento inicial e, posteriormente, em seus gastos futuros.

Deve-se pensar também nos canais de divulgação a serem utilizados. De forma física, pode-se considerar parcerias com negócios locais próximos à sua academia, como escolas de inglês e lojas de artigos esportivos, por exemplo. No meio online você possui opções como:

  1. Facebook – indispensável, já que todo mundo está no Facebook;
  2. Instagram – O canal ideal para compartilhar fotos de sua academia;
  3. Youtube – Se conseguir fazer vídeos legais de jogos, treinos e torneios, faça uma conta do youtube para sua academia;
  4. Rakete – Sistema de torneios e rankings para esportes de raquete. A criação e divulgação das academias no site é gratuita;
  5. Website – Com tantas plataformas disponíveis, desenvolver um website da academia não é extremamente essencial, embora seja uma boa opção como diferencial se tiver condições de investir.

Promover torneios também é uma ótima oportunidade de divulgar uma academia de tênis. É importante também que seus professores participem de outros torneios para conhecer mais pessoas e divulgar sua academia.

7. Gestão de academias – Analise a concorrência

Essa análise envolve um olhar sobre o entorno para compreender como está o mercado e não oferecer o mesmo.  O diferencial de uma academia de tênis para outra não pode ser apenas o preço. O jogador de tênis, como já dito, tem poder aquisitivo para pagar a qualidade, o diferencial.

Esse olhar para a concorrência deve servir para descobrir oportunidades que ainda não são exploradas, ou que podem ser aprimoradas. Por exemplo, se existe no mesmo bairro uma academia que congrega muitos jogadores jovens, por que não atrair um público mais maduro? Ou um público de mulheres? Diferencial também nos horários disponíveis, e outras possibilidades.

8. Gestão de academias – Prepare-se para a sazonalidade

Apesar de trabalhar praticamente todo o ano ininterruptamente deve-se considerar a sazonalidade na gestão de academias. É necessário pensar que nos períodos de férias, principalmente de dezembro a fevereiro, o volume de clientes reduz significativamente, enquanto os gastos muitas vezes aumentam devido a IPTU, 13º e férias dos funcionários, por exemplo. Nos meses que a academia tiver um bom desempenho, separe parte do lucro para não se apertar quando este momento chegar.

9. Gestão de academias – Utilize ferramentas adequadas na gestão de academias

Para agilizar os processos dos serviços oferecidos e simplificar as ações do dia a dia em relação à gestão de academias, é importante contar com sistemas automatizados. Veja alguns benefícios em utilizar a Rakete na sua academia:

  1. Recebe e organiza inscrições de torneios e mensalidades de rankings internos
  2. Gera chaves e grupos
  3. Controla desafios e horários de jogos
  4. Marca resultados
  5. Envia notificações automatizadas para os jogadores
  6. Tem rankings sempre atualizados

Uma última dica é baixar gratuitamente nosso calendário anual de torneios e o modelo de regulamento de circuito, para se organizar melhor ao longo do ano! 😉

9 Dicas fundamentais para gestão de academias de tênis
5 (100%)

Compartilhe este post:

Comentários