ranking interno

Ranking interno nas academias e clubes de tênis

O ranking interno é a competição ideal para academias e clubes

O tenista é, por natureza, uma pessoa competitiva, que busca sempre melhorar o seu nível, vencer jogadores cada vez melhores e ganhar mais jogos em torneios. Aulas em academias e jogos amistosos no clube são excelentes formas de praticar e melhorar. Entretanto, participar de um ranking interno, além das aulas e jogos, pode fazer uma diferença grande na evolução do jogador.

A seguir, vamos falar sobre os seguintes pontos envolvendo o ranking interno:

  1. O que é o ranking interno;
  2. Os principais benefícios para o jogador em participar;
  3. Os principais benefícios para uma academia ou clube;
  4. Como organizá-lo de forma prática: definição das regras, controle e recebimento de mensalidades, controle dos desafios, agendamento dos jogos, interação com os jogadores, registro dos jogos e atualização do ranking.

O que é o ranking interno

É uma competição anual, que pode ser realizada dentro de uma academia, um clube ou um condomínio, por exemplo. Esta competição é baseada em desafios onde, em cada um deles, é estabelecida uma pontuação para o vencedor e para o perdedor.

Algumas regras devem ser estabelecidas para organizar a competição e deixá-la interessante. Falaremos sobre elas ao longo deste texto.

Alguns dos principais benefícios para o jogador em participar de um ranking interno:

  1. Você fará jogos com frequência e com diferentes pessoas da academia ou clube
  2. Apesar de serem jogos entre jogadores da mesma academia ou clube, são jogos oficiais, contam pontos para o ranking, completamente diferente de partidas amistosas em treinos
  3. Diversificando os adversários, conhece novas pessoas e novos parceiros
  4. Você tem os resultados dos jogos registrados em seu histórico
  5. Você pode analisar melhor seu jogo e seus adversários com relatórios de análise e o Head to Head

Alguns dos principais benefícios em organizar um ranking interno

  1. Jogadores mais satisfeitos, evoluindo mais rapidamente e interagindo mais entre si dentro da academia, fortalecendo o ambiente
  2. Redução da ociosidade das quadras
  3. Receita recorrente 

Agora que está claro o que é, o porque de participar ou organizar um ranking interno, vamos explicar as principais fases da organização:

Definição das regras do ranking interno

Antes de iniciar a competição, é importante que o organizador estabeleça regras bem pensadas e disponibilize-as para os jogadores. Estas regras vão ditar a forma como toda a competição funcionará. As regras básicas que devem ser estabelecidas dizem respeito a:

  1. Cada jogador pode desafiar quantos jogadores acima ou abaixo de sua posição no ranking?
  2. Cada jogador pode desafiar até quantos jogadores por mês?
  3. Quantos dias cada jogador terá para aceitar ou rejeitar um desafio?
  4. Quantos pontos o vencedor de cada partida receberá?
  5. Quantos pontos o perdedor de cada partida receberá?
  6. Em uma derrota por W.O., quantos pontos o perdedor receberá? Ele perderá pontos?
  7. Quando um jogador rejeitar um desafio, quantos pontos quem desafiou ganha? E quem rejeitou? Ele perderá pontos?
  8. É possível realizar desafios extras? Quanto custará?

Recebimento de mensalidades no ranking interno

Receber e controlar as mensalidades é um trabalho grande e extremamente importante. Se não for online e automatizado, deve ser muito bem organizado. O organizador deve ter pelo menos uma lista dos jogadores inscritos por mês e registrar cada pagamento assim que receber.

Caso um jogador fique inadimplente, ele deve ser suspenso da competição, ficando impossibilitado de realizar ou receber desafios até que realize o pagamento. 

Interação com os jogadores e desafios

Quando se utiliza um sistema de gestão, toda a interação entre os jogadores ocorre pelo próprio sistema e e-mails automatizados, reduzindo ou até eliminando a necessidade de ficar fazendo ligações, enviando mensagens e e-mails manuais.

É nele mesmo que o jogador faz o desafio, aceita ou rejeita, visualiza o horário de seu jogo, histórico, ranking, etc.

Agenda dos jogos do ranking interno

É possível estabelecer horários para os jogos do ranking interno de diversas formas e divulgar a informação para que todos os jogadores tenham ciência. No caso das academias, o ideal é liberar os horários de menor movimento, como finais de semana por exemplo, para otimizar as quadras ociosas.

Utilize um quadro de horários em que você visualize todas as quadras para fazer o agendamento. Assim que os jogadores solicitarem os desafios, consulte o quadro de horários e marque o melhor horário disponível. Desta forma você evita erros como marcar dois jogos na mesma quadra, dia e horário, por exemplo.

agenda-rakete

Registro dos resultados e atualização do ranking

Nos dias em que forem ocorrer os jogos, tenha uma lista deles por ordem de horário e registre os resultados assim que forem informados pelos jogadores. Caso utilize um sistema, o ranking já será automaticamente atualizado assim que registrar o resultado de cada jogo.

Quer implantar um sistema de ranking interno em sua academia ou clube? Entre em contato com a gente no contato@rakete.com.br ou visite www.rakete.com.br. Vamos automatizar o seu processo! 😉

Ranking interno nas academias e clubes de tênis
5 (100%)

Compartilhe este post:

Comentários